Comparar listagens

Vale a pena sacar FGTS para compra de imóvel? A LAR responde!

Vale a pena sacar FGTS para compra de imóvel? A LAR responde!

O FGTS, Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, é um dos benefícios conquistados pelo trabalhador brasileiro. Além dos saques em datas específicas, você sabia que é possível sacar FGTS para compra de imóvel?

Na prática, o FGTS representa uma conta vinculada ao contrato de trabalho. Ou seja, os empregadores depositam o montante de 8% do salário do empregado em uma conta da Caixa, no início de cada mês. No fim das contas, ele acaba sendo uma reserva financeira.

Recentemente, o assunto está ainda mais na boca do povo. Afinal, novas regras foram definidas e é preciso estar atento às mudanças. Assim, para quem quer realizar o sonho da casa própria, pode ser uma boa alternativa sacar FGTS para compra de imóvel.

Vamos entender um pouco mais sobre como isso pode ser feito?

Como sacar FGTS para compra de imóvel?

A resposta é sim! Contudo, existem alguns requisitos que o comprador e o imóvel devem atender para que o valor do FGTS seja liberado. Primeiro, vamos entender em que situações ele pode ser utilizado.

Muita gente acha que o valor só pode ser utilizado para o pagamento do valor integral do imóvel. Porém, são três possibilidades de saque:

Vamos entender quais são as regras por trás disso?

Quais os pré-requisitos para utilizar o fundo?

Para sacar FGTS para compra de imóvel, é necessário ficar atento às seguintes exigências:

  • mínimo de três anos de carteira assinada recebendo o FGTS, não necessariamente na mesma empresa;
  • não ter financiamento aberto no SFH;
  • não ser proprietário de nenhum imóvel residencial urbano;
  • não ter usufruto ou ser cessionário do imóvel ou de algum próximo a ele;
  • estar em dia com o pagamento do financiamento, caso queira pagar parte do valor com o FGTS.

E para o imóvel, quais são as regras?

Em primeiro lugar, o valor do imóvel não pode ultrapassar R$ 1,5 milhão. E tem mais:

  • no caso de construção, o imóvel deve ser urbano e destinado à moradia. Ainda, o terreno deve ser de propriedade de quem quer sacar FGTS para compra de imóvel;
  • no caso de compra de terreno, devem ser aguardados mais três anos para utilizar um novo benefício do FGTS. Este é um ponto de atenção para quem deseja construir logo em seguida, por exemplo;
  • o imóvel deve ter o Registro de Imóveis e não pode estar impedido de ser comprado. É o caso, por exemplo, de bens sendo partilhados.

É possível usar o FGTS do casal ou só do titular do imóvel?

No caso de matrimônio ou regime de união estável, é possível sim. Nessa situação, o saldo do FGTS pode ser utilizado para amortizar o saldo devedor do financiamento do imóvel. Assim, o cônjuge ou companheiro detentor do saldo do fundo não deve, necessariamente, ser parte integrante do contrato de financiamento.

Até aqui, esperamos que você já saiba se pode, ou não, sacar FGTS para compra de imóvel. Agora, vamos ver o passo a passo de como efetivar seu sonho da casa própria. Acompanhe!

Como comprar minha casa com FGTS?

Escolhido o imóvel ou terreno de interesse, o primeiro passo é consultar o saldo do seu FGTS. Veja quanto pode ser utilizado na operação de compra, liquidação ou amortização de seu saldo devedor.

Feito isso, é hora de reunir a documentação e levá-la a uma agência da Caixa Econômica.

Lá, a seguinte documentação será exigida:

  • documento oficial de identificação;
  • extrato de conta vinculada ao FGTS;
  • carteira de trabalho para comprovar o tempo de trabalho sob o regime do FGTS;
  • se você é trabalhador avulso, declaração do órgão gestor da mão de obra ou do sindicato; e
  • Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF). No caso de matrimônio ou união estável, apresentar a DIRPF de ambos os cônjuges ou companheiros.

Depois de entregar os documentos, é só aguardar. Cabe ao banco aprovar o investimento para que você possa sacar FGTS para compra de imóvel. No entanto, além do resgate do fundo específico para a casa própria, existem outros tipos de saque do FGTS.

Quais são as outras formas de sacar seu FGTS?

Recentemente, foram liberadas duas novas opções de saque do FGTS. Uma delas é o saque imediato, que já está valendo. Outra é o saque-aniversário, que valerá a partir de 2020.

1. Saque imediato

Nesse caso, o trabalhador pode sacar até 500 reais de cada conta do FGTS. Pode ser de conta ativa (emprego atual) ou de contas inativas (empregos antigos).

Essa modalidade ainda está sendo adotada. Por isso, inicialmente o saque está sendo liberado de acordo com o mês de aniversário do trabalhador. É por isso que muita gente confunde essa modalidade com o saque-aniversário, mas eles são diferentes.

2. Saque aniversário

O saque aniversário só valerá a partir de 2020. Com ele, o trabalhador poderá sacar uma parte do FGTS todos os anos, no mês de seu aniversário. Um belo presente, não é? Porém, esse saque tira o direito do trabalhador sacar todo o dinheiro do fundo no caso de demissão. Dessa forma, a adesão é opcional.

De todo modo, o FGTS apresenta alternativas interessantes na hora de comprar ou quitar uma casa. Além de ser um dinheiro que já é seu, o saque do FGTS encurta o processo de pagamento do lar e permite atingir o equilíbrio das finanças.

Sacar FGTS para compra de imóvel dá uma folga para o bolso sem comprometer o orçamento da casa. Esse orçamento pode ser um peso menor ainda, por meio de programas como o Minha Casa, Minha Vida. Você sabe como o programa funciona? Nós explicamos! Entenda como funciona o programa!

Posts relacionados

De olho no mercado: valor do metro quadrado em BH por bairro

Está procurando um imóvel para morar ou investir? Saber o valor do metro quadrado em BH por bairro faz total diferença na escolha. Quer saber mais?

Continue lendo

CBIC e o retrato do mercado imobiliário nacional

Investir no mercado imobiliário requer atualização constante. Confira os principais destaques do último levantamento da CBIC!

Continue lendo

O que é direito imobiliário e como ele pode ajudar em suas negociações

Com o devido conhecimento sobre o direito imobiliário, é possível realizar negociações com muito mais tranquilidade. Veja mais sobre o assunto em nosso post!

Continue lendo

Participe da discussão