Comparar listagens

De bem com o orçamento: dividir apartamento pode ser a solução

De bem com o orçamento: dividir apartamento pode ser a solução

Você mora sozinho e as despesas que envolvem essa aventura estão saindo do seu controle? As contas aumentaram e complicaram o seu orçamento? O condomínio subiu mais do que você previa?

Essa é uma situação realmente complicada. Mas temos uma boa notícia: dividir apartamento pode equilibrar essa balança. Existem várias possibilidades de rentabilizar com os espaços disponíveis na sua casa.

Saiba mais no artigo de hoje!

Como tornar a sua casa rentável

Conheça algumas alternativas para gerar dinheiro com os espaços da sua casa!

Torne-se um anfitrião

Plataformas como o Airbnb colocam em prática a chamada economia colaborativa e possibilitam que pessoas comuns disponibilizem espaços livres para turistas. Se você tem um quarto sobrando, que tal receber alguém por uns dias e receber para isso?

Hospede experiências

Uma outra boa ideia para fazer girar a roda da economia da partilha é considerar a sua casa como um ponto de encontro — ou melhor, como um espaço de eventos. Realizar alguns jantares pagos e shows intimistas na sua sala de estar pode ser uma ótima oportunidade de gerar renda extra.

Divida o apartamento

Por fim, uma proposta mais clássica: dividir o apartamento com um amigo ou conhecido. Essa opção é viável quando você tem um quarto livre e precisa realmente reduzir os custos fixos. Tem dúvidas se essa alternativa te atende bem?

Continue a leitura!

Benefícios de dividir apartamento

Está em dúvida se realmente há vantagens em abrir mão de coisas como a sua privacidade e a sua liberdade para dividir apartamento? Acompanhe os próximos tópicos para saber os pontos positivos de dividir o lar com alguém!

Dividir os gastos

As despesas domésticas costumam pesar ainda mais no bolso de quem mora sozinho. Dessa forma, o primeiro benefício de dividir o lar é a redução dos custos fixos com aluguel, condomínio, luz e internet. Assim, alugar o quarto extra da sua casa ou do seu apartamento pode ser uma forma de conseguir quitar as dívidas do cartão e, quem sabe, investir!

Auxílio com os afazeres domésticos

Além dos gastos divididos, convenhamos que os afazeres domésticos também exigem tempo e disposição!  Assim, com mais uma pessoa para dividir o lar, as tarefas da casa podem ser distribuídas. Dessa forma, seu tempo livre para se dedicar a outras atividades será maior.

Manter o endereço que escolheu

Este é outro benefício decisivo. Quando as despesas mensais pesam, muitas pessoas precisam trocar o cantinho especial por opções mais em conta.

Contudo, ao dividir com alguém, o complemento da renda pode ser a salvação. Com um novo morador, é possível manter o CEP que você conquistou. Assim, você não precisa sair do endereço e se organizar melhor para o futuro!

No entanto, é claro que nem tudo são flores… Dividir o apartamento também tem um lado delicado. Ainda bem que, com diálogo, tudo pode ser resolvido.

Os desafios de dividir apartamento e as soluções

Apesar dos benefícios citados, dividir apartamento pode ser um desafio para muita gente. Dessa forma, apresentamos algumas das dificuldades envolvidas, já com algumas possíveis formas de solucionar cada uma.

Culturas diferentes? Mantenha o diálogo

Cada pessoa tem sua história e sua origem e, assim, conviver com a diferença é inevitável. No trabalho ou na rua, é preciso saber lidar com as pessoas e manter o diálogo sempre  apesar dos atritos e das discordâncias.

Por outro lado, o importante é reconhecer que respeito mútuo é necessário, assim como a preservação do espaço de cada um.

Portanto, em situações de crises, pare, respire e pense: “estou de mau humor? É melhor me acalmar”. Caso a situação desconfortável persista, uma boa conversa sempre ajuda.

Estabeleça uma rotina de afazeres

Cuidar do lar dá trabalho: limpar, guardar, manter organizado… O processo é cíclico e nunca tem fim.

Como vimos, dividir essa função é um dos benefícios de morar com alguém. Note que a palavra-chave aqui é “divisão”. Isso significa que tudo deve ser distribuído de forma justa e igualitária. Assim, todo mundo ganha.

A rotina também é importante para definir o que cada um está disposto a fazer ou não. Se for de comum acordo, pagar para alguém fazer a faxina pode ser uma boa saída para evitar conflitos.

Regras de convivência

Além da rotina de afazeres, algumas regras de convivência também são importantes. Afinal, elas ajudam a estabelecer limites e a manter a ordem da casa.

Algumas definições devem incluir:

Também pode ser interessante para a manutenção da harmonia criar regras sobre o compartilhamento ou não da comida, sobre a presença de pets, sobre o uso da vaga do estacionamento, sobre as visitas e sobre outros detalhes importantes.

Como escolher um inquilino?

Ditos os benefícios e as dificuldades de morar com alguém, a grande pergunta que fica no ar é: como escolher um inquilino? Spoiler: o primeiro passo é conhecer a si mesmo.

Autoconhecimento

Antes de tudo, busque saber quem você é! Saiba do que gosta, o que admira em alguém, do que não gosta, do que tolera. Tudo isso contribui na hora de encontrar alguém para dividir apartamento.

De fato, quando você entende quem é, fica mais fácil entender com que tipo de pessoas você se dá bem ou não. A partir disso, você pode definir quais perfis agradam mais e darão mais certo na missão de partilhar o mesmo teto.

Indicações de pessoas de confiança

Grandes aliadas no processo de morar com alguém são as indicações. Quando algum conhecido de sua confiança tem uma recomendação, pressupõe-se que essa pessoa também já te conheça a ponto de saber se daria certo ou não.

Por isso, peça indicações!

Dica de ouro: entreviste a pessoa e faça o teste de adaptação

Ainda que seja uma indicação, entrevistar a pessoa é essencial para dividir o apartamento. Somente dessa forma você terá percepções reais sobre o possível novo morador. Além disso, combinar um tempo de adaptação também pode ser interessante para avaliar a convivência.

Diante de tudo isso, morar com alguém pode ser desafiador, mas certamente também carrega uma lista de benefícios. Especialmente se você anda com o orçamento apertado, dividir apartamento pode ser a solução ideal.

Gostou do nosso artigo? Tem algum amigo que está nessa situação? Não deixe de compartilhar este texto em suas redes sociais!

Posts relacionados

Segurança residencial e a paz da sua família: como preservar?

Sabe quais são os fatores que contribuem para aumentar a segurança residencial? Veja eles neste artigo!

Continue lendo

10 aplicativos para facilitar a decoração de casa!

Com dicas e recursos de imersão para levar os cômodos reais para o virtual, existem inúmeras soluções que auxiliam na decoração de casa.

Continue lendo

Condomínio com espaço kids: a solução para sua tranquilidade

Pensando em apostar num condomínio com espaço kids? Descubra 5 motivos porque esta é a residencia ideal para a sua tranquilidade e o desenvolvimento do seu filho.

Continue lendo