Rachaduras na parede: saiba identificar o perigo

Rachaduras na parede: saiba identificar o perigo

O surgimento de rachaduras na parede pode significar algo simples, mas também um problema que pode ter consequências mais graves. Diante disso, o ideal é procurar algum especialista para fazer uma avaliação. Muitas vezes, a trinca pode significar apenas a retração da argamassa, uso de areia inadequada ou contaminada e má aderência do revestimento à estrutura, além da falta de juntas de dilatação ou de movimentação. Mas, é importante observar que cada tipo de fissura tem uma causa e, por isso, deve ser analisada com atenção.

 

Importante ressaltar que rachaduras e trincas com mais de 0,5mm devem ser submetidas à avaliação de um engenheiro habilitado, uma vez que podem ser sinal de problemas estruturais graves. Se a rachadura ou trinca na parede estiver na diagonal, o problema pode ser na estrutura do lar. Deve ter ocorrido algum problema na fundação ou em alguma viga. Nesses casos, especialistas devem ser acionados ou a Defesa Civil do município.

Porém, em casos de fissuras de revestimentos e trincas superficiais, normalmente causadas por retrações e dilatações da argamassa do reboco, o tratamento costuma ser bastante simples. Nem toda trinca ou fissura representa risco de integridade do imóvel. Os principais são retração entre materiais de diferentes tipos; movimentação de elementos estruturais; recalques de fundações; erros de execução de obras; e também problemas externos.

Como identificar trincas na parede

Mas não se esqueça, o engenheiro é o profissional capaz de realizar uma avaliação precisa das fissuras e trincas, pois é ele que tem conhecimento técnico e metodologias para avaliar os motivos do surgimento das trincas.